quinta-feira, 15 de maio de 2014

Comida de quem não cozinha ou quase


Ontem, no Sesc Consolação, teve mais um bate-papo sobre Blog de Comida. Essa é uma série promovida pela instituição que começou no mês de abril e, quinzenalmente, sempre às quartas-feiras, conta com novos convidados, normalmente blogueiros ou vlogueiros (vlog é o vídeo blog) que falam, fazem, fotografam ou criticam comida. 

Para minha surpresa, diferentemente das outras quartas, os ingressos de ontem foram todos distribuídos porque a sala estava repleta. E o que surpreendeu mesmo foi o perfil do público: muita gente jovem, patricinhas e descolados de plantão. Essa geração que já nasceu depois da internet.  Estavam lá também alguns dos colegas que vêm acompanhando a série, como o Flávio, que gosta de bons restaurantes e de trocar ideia sobre comida. Eu estava lá e também mais umas duas outras mulheres que vi das outras vezes, mas não sei o nome. 

Tem motivo para esse perfil de audiência, os convidados do bate-papo eram PC Siqueira e Otávio Albuquerque, que faziam (eles informaram que o último vídeo da série vai para internet no próximo sábado e depois não tem mais! - quem sabe em situações especiais) o Rolê Gourmet. Um canal do youtube. 


JB, Otávio Albuquerque e PC Siqueira. 













De fato, os caras são bons no que fazem. São espontâneos, inteligentes e tem o que chamo de tirocínio afiadíssimo. Não quica bola na área que os caras não metam entre os travessões! E não sou só eu quem acho isso. Eles têm uma pegada que agrada a moçada e a inúmeros patrocinadores. Fora que são dois meninos bonitos, um deles com cara de bom moço, pouco mais comedido, outro o porra-loca tatuado, que bebe até ficar bem chapado! Ambos bebem até que ficam... bêbados! Ao menos é o que parece, porque não são atores, são bons comunicadores, conhecem o público com o qual lidam e gostam daquele ritmo non sense cheio de conteúdo que produzem. 

Esse lance de blog é da hora, assim como também é da hora essa coisa de comida. Não é só a minha atenção, mas tá na moda! De repente parece que todo mundo resolveu gostar de comida, de vinho, de cerveja artesanal. Tenho uma análise disso no contexto econômico, aquela coisa que o FHC dizia que agora o brasileiro consome frango, sabe? Então, outro nota para isso, dia desses... agora, não! 

Só pra não deixar passar, até porque vou escrever especialmente sobre os outros encontros do Sesc Consolação da série, em abril, conheci o JB, do blog Boteco do JB, que foi quem abriu as conversas falando de crítica gastronômica, aí sim se falou de lugares para comer, tipos de alimentos e preparos - tudo com um toque um pouco "ogro" do JB (rsrs). As convidadas para falar de comida sustentável foram Marina Person e Neide Rigo. Ambas super competentes no que fazem, seja lá o que estejam fazendo. A Marina, uma grande comunicadora, e a Neide, uma pesquisadora dedicada que compartilha carinhosamente o que descobre para quem quiser aprender. 

Na noite de ontem se falou menos de comida e mais de sucesso e de álcool. A bebida é uma porta de acesso para a inserção social de muitos universitários. Todo mundo que vai pra faculdade passa por isso. Uns se negam, outros entram e saem, outros, contudo, vão enfrentar problemas no futuro por conta do alcoolismo.  Mas é "in" achar engraçado quem chapa o coco. 

O programa feito pelos meninos, o PC e o Otávio, é bem mais que isso, é business pra eles. Mas tem esse apelo e a moçada adora! 

Parabéns pro Sesc pela iniciativa mais uma vez. Durante as conversas ainda é servida uma comidinha - ontem tinha queijo quente e suco de uva. 

No dia 28, tem fotografia de comida. Eu vou. Se você não for, conto o que achei, combinado? 

Aquele abraço!!! 

2 comentários:

  1. Claudia, é com grande prazer que leio seu post. A maneira direta e detalhista do seu texto sintetizou este evento para quem não esteve presente. Concordo com você nos seus comentários pontuais referente a dupla Otávio e PC. Na minha visão, gostaria de acrescentar "meu olhar do JB", que foi representa de forma esplêndida na sua "sacada de ogro", rs, mas que traz o diferencial que me surpreendeu, a delicadeza na figura de mediador neste encontro e nos anteriores. Será um prazer ir ao próximo encontro. Te encontro lá ou vocês ( se o Silas também participar ), até mais.

    ResponderExcluir
  2. Flavio, que bacana encontrá-lo por aqui. Eu concordo com você sobre a mediação e, sinceramente, eu gosto do jeitão do JB. Nos vemos no próximo, sim! Um grande abraço e obrigada pelo comentário. Fiquei muito feliz!!

    ResponderExcluir