sábado, 24 de maio de 2014

Sábado entre amigos chefs

O som de duas vozes infantis ecoam alegremente pela casa: são Valentine (5), e Lorenzo (19 meses), filhos do colega Reynaldo, dono de uma impecável cozinha caseira para chef algum botar defeito. 

O ambiente é propício para o preparo de qualquer comida. Tem de tudo! Os mais finos ingredientes e os mais funcionais utensílios estão ali à disposição, bem ao alcance das mãos. Trabalhando nas preparações-teste dos pratos que serão servidos numa atividade do curso de gastronomia, além do dono da casa, Andrea e eu. 


Mel (no canto inferior à esquerda), Vag, eu, Reynaldo e Andréa. Rodrigo fez a foto. 


Foi um sábado e tanto. O Reynaldo se encarregou do cordeiro que já vinha marinando há 3 dias numa alquimia que só  quem é chef por missão sabe fazer.  Eu comecei o pão ázimo, que foi finalizado pelo Reinaldo, fiz o homus e ajudei a Andrea no preparo do babaganuche.  

--- tags: chefs, homus, receita fácil de homus

Enquanto preparávamos os pratos, descascando alho, selando a carne, arrumando as vasilhas, temperando as delícias todas, falávamos de nós, das nossas vidas, de casamento, filhos, sobrinhos, ideias para o futuro. Assunto não faltou nas seis horas em que ficamos juntos. 

Até ia esquecendo das maçãs carameladas recheadas com castanhas ou "oleaginosas", né, Andrea?

Eu voltei de trem, numa viagem de quase uma hora até a minha casa. No caminho pensava quais são as atividades que não estando relacionadas a comida proporcionam tamanha integração entre as pessoas. Achei algumas como as atividades esportivas, os dias de sol na praia, as longas cirurgias, encontros religiosos... deve haver muitas. Mas, será que alguma dessas nos daria tanta satisfação e cumplicidade?

Quando a gente cozinha acaba ficando nu. Mostra quem é e pronto. Basta ter olhos pra ver. E se não os tiver, o cheiro e o gosto da comida denunciarão o cozinheiro. Recebi um trecho de um texto do Mia Couto da minha amiga Cris Pacino, que dizia que cozinhar é um ato de amor. 

Só porque tanto quanto de cozinhar gosto de escrever, deixo a receita do homus que preparamos hoje. Aproveite. Faça com a família ou os amigos ou ambos por perto, dividindo as tarefas é ainda mais agradável: 

Receita de Homus

Passe no processador de alimentos:

300 gramas de grão de bico cozido em água e sal por 40 minutos na pressão
4 colheres de sopa de tahine ou pasta de gergelim
2 dentes de alho amassados
azeite o suficiente
1 limão espremido
sal e pimenta do reino a gosto



Rende muito! 

Para arrematar essa delícia, um pouco de páprica picante e um molhinho feito com zatar e azeite. Fica bom no pão ázimo, na torrada, na bolachinha, junto com a carne de cordeiro, com pão sírio... hummm.... combina bem demais porque é gostoso para caramba!

Eu adorei o sábado!  Outros virão. 

Beijos aos queridos anfitriões, os mirins, os donos da casa, Vag e Reynaldo, e a fofa Mel, a labradora que ganhou esse nome porque é doce e da cor do mel das abelhas. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário