domingo, 25 de maio de 2014

Viajar é a melhor coisa do mundo. Sabe qual é a pior?

Viajar é a melhor coisa do mundo. Sabe qual é a pior? Cancelar a viagem. Especialmente se você já tinha comprado uma passagem aérea pela e-Destinos. 

Foi o que aconteceu comigo. Eu marquei uma viagem para o período do Carnaval para Miami. Os planos eram que eu encontraria a Renata por lá de onde sairíamos rumo a Orlando para ir aos parques como Universal, Disney e outros.  Seria uma viagem de amigas que se amam muito, para rir e se divertir. 

A ideia de nos encontrarmos nesse lugar surgiu porque a Renata estava a trabalho nos Estados Unidos por um mês e quando chegasse o período do Carnaval a turnê do grupo que ela acompanhava teria terminado.  Como a Rê tem uma ex-cunhada que mora em Miami, que eu conheço e gosto muito, a Sula, e o Silas não é muito afins de ir pra Disney, a oportunidade era perfeita. 

Além disso, eu tinha dias a serem compensados no trabalho  devido a vários finais de semana que tinha feito eventos com o Secretário em cidades no interior de São Paulo. Tava sopa no mel!! 

Comprei passagem meio em cima da hora, com menos de 20 dias para a viagem acontecer e como era para o período do Carnaval, os preços estavam bem altos. Nada de promoção, de milhas ou coisas assim. 

Só que os planos não deram certo. A Renata teve que vir embora antes do que prevíamos e eu tive que cancelar a passagem.  E no mesmo perído, eu fui avisada que não trabalharia mais na Secretaria porque havia um novo contrato da Sabesp com a CDN que não previra uma pessoa para comunicação na Secretaria, no caso eu. 

Prato feito, prato desmontado. 

Eu pedi o cancelamento da viagem para a e-Destinos, que naquele momento só atendia por chat e não disponibilizava sequer um telefone para contato, no fim do mês de fevereiro. 
Fui informada que teria que pagar uma multa de US $ 200 (duzentos dólares) e que seria reembolsada pelo restantes em até 60 dias. 

Só que eu paguei a vista a passagem! 

Fazer o quê? Tudo bem, se não há outra alternativa...

Em abril, veio um valor no meu cartão de crédito de R$ 698 (reais!!!). 

Comecei a peregrinação ao telefone (agora a empresa tem um atendimento por callcenter). Documentos enviados, esperas intermináveis, conversas desagradáveis depois...  Na última segunda-feira, 19/05, um rapaz chamado Diego me informou que o restante do que me devia a e-Destinos seria pago em conta corrente em até 72 horas. 

Não foi, claro! 

Hoje, agora há pouco, falei com uma moça chamada Ana, na e-Destinos, depois de esperar 16 minutos para ser atendida. Ela me disse que eu DEVO esperar 15 dias úteis para receber o valor de R$ 1853 (reais). 

Será que vão pagar? Eu sinceramente não sei. Talvez, não.  Podem me dar outra data quando eu ligar de novo daqui a 15 dias úteis que com a Copa do Mundo será no início de julho se eu tiver sorte! 

Mas o triste é que esse tipo de situação deixa mesmo a gente chateada. Mistura frustração pela não viagem diante dos fatos chatos que me levaram ao cancelamento da passagem e a impotência por ser mal atendido, mal informado, enganado. 

Eu sei que todo mundo passa um dia por isso. Mas é chato pra todo mundo, eu posso garantir. 

Desabafo feito, desejo a todos um ótimo domingo. E recomendo que evitem comprar na e-Destinos. Porque se você precisar cancelar sua viagem pode ser tratado como eu fui e venho sendo. 

Beijinhos!!! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário