quinta-feira, 3 de julho de 2014

Primeiro dia - Sol no entardecer de Amsterdã

Amsterdã, à primeira vista, é tudo aquilo que dizem. Pulsa! 

Chegamos aqui depois de um voo longo de São Paulo para Frankfurt, com conexão para Amsterdã.  Deu tudo certo no embarque, nos aeroportos pelos quais passamos e com as informações que fomos coletando para chegar até aqui no hotel. Estamos em Leidseplein, um bairro central, num hotel Best Western.

A viagem de avião por muitas horas sempre é muito cansativa, inevitavelmente. O barulho dentro da aeronave é bem incômodo, mas o que não fazemos para poder chegar a um lugar tão bonito? O avião é só um meio necessário. 

Eu li que é uma sorte parecida com acertar na loteria se você conseguir pegar um dos cinco dias do ano em que faz sol em Amsterdã. Pois sendo assim, ganhamos na megasena acumulada, mas o prêmio estamos repartindo com milhares de outras pessoas. Aqui, tem muita gente na rua, se divertindo, tomando uma cerveja e se deliciando com umas tapas (como são chamadas as entradas ou o tira-gosto na Espanha), ou dourando a pele nos parques num piquenique com os amigos ou só curtindo a lua que está inteirinha no céu embora ainda esteja claro. Também podem estar andando ou correndo de bike.

Por falar nisso, bicicleta e Amsterdã são quase sinônimos. Como tem bike por aqui!  E é surpreendente como as pessoas correm com elas. Sem dúvida alguma é o transporte prioritário, aqui existe mesmo a cultura da bicicleta. Nas ruas, em primeiro lugar, as magrelas de duas rodas, depois as pessoas a pé, os ônibus,  o bonde (ou tran), as vespas, as motos e só depois os carros. Eu quase fui atropelada por um biker logo na minha caminhada inicial. Não fosse o Silas gritar "cuidado", já era. 

Para o primeiro dia, seguem algumas fotos que provam como o sol nos recebeu. Não vou escrever muito porque estou cansada da viagem e amanhã teremos um dia intenso que pretendemos fechar em algum bar ou lugar público assistindo ao jogo do Brasil contra a Colômbia, às 22h (são cinco horas de diferença de fuso horário nesse período).

Feliz! Eu estou muito feliz por estar aqui com o Silas! Aquele abraço, 





Nenhum comentário:

Postar um comentário