quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Pão de ló de amêndoas

Nos bastidores do Lá em casa pra jantar  - parte 2 ou 3... 4 sei lá! 


O período que antecede um evento é sempre uma correria, por mais organizada que seja a pessoa ou a equipe que o executa. Além da expectativa e da ansiedade que precisam ser domadas, mesmo que o evento seja pequeno, há muitos detalhes a serem executados. Para quem gosta dessa arte, é uma delícia lidar com tudo isso. 

Nessas de inventar um jeito de chamar pessoas para ir Lá em casa pra jantar, muitas tarefas precisam ser cumpridas. Uma delas são os testes das preparações. 

Ontem foi o dia de testar a massa do pão de ló de amêndoas. Deu certo, embora a massa seja um pouco seca para o meu paladar. Mas, certamente, como diz a minha amiga Meire Capobianco, um bolo seco bom é um bom bolo. "Se você não gosta de bolo seco é porque não comeu o bolo que foi feito para ser seco", diz ela. E eu admito, tenho que concordar. 

O que me encantou nesse pão de ló foi o modo de fazer, que é diferente do que estou acostumada. Vamos a ele. 

Pão de ló de amêndoas


Ingredientes

3 ovos 
90 gramas de açúcar
90 gramas de farinha de trigo
30 gramas de farinha de amêndoas









Modo de fazer

Numa panela pequena, coloque os ovos e o açúcar. Leve ao fogo, mexendo sempre para misturar bem os ingredientes até que atinja uma temperatura de cerca de 35 a 40 graus (a que é suportável por o dedo sem queimar). 
Retire do fogo e despeje esse conteúdo numa tigela, que pode ser a da batedeira. Com o batedor da batedeira em rotação média para alta bata até que essa massa atinja ponto de letra (quando a mistura ficou bem clara e é praticamente possível escrever nela com o batedor sujo de massa). 
Aos poucos junte as farinhas, ambas peneiradas. Faça isso em três etapas e apenas misture a massa fazendo movimentos do fundo da vasilha para a superfície, com o objetivo de aerá-la. É importante não bater, só misturar. 
Leve ao forno pré-aquecido a 170 graus em forma de fundo ou lateral removível untada com manteiga por exatos 25 minutos. 

Esse bolo não leva fermento, O que faz a massa crescer é o processo de executá-la, isto é, ao bater o açúcar levemente aquecido com os ovos ocorre a aeração necessária para o bolo ficar fofinho. Outro ponto importante é a farinha ser peneirada, o que também a torna mais aerada. 

Aplicações do pão de ló de amêndoas

Serve como base para o preparo de bem-casados, para ser recheado com geleias, doces em compota, caldas de chocolate ou café. Pode também ser servido sozinho, apenas com açúcar de confeiteiro polvilhado. Para acompanhar um chá, um café ou um capuccino. 

Momento fotos




Venho aprendendo com o blog que quase todo mundo gosta muito de ver fotos, mais que ler, eu diria. No entanto, eu nunca fui muito boa em técnicas fotográficas e nem tive grande interesse por essa arte além de ser uma admiradora contumaz. 

Em tempos de novos projetos, novos aprendizados. Estou treinando para melhorar minha técnica ao fotografar comida. Ando estudando um pouco sobre o uso do equipamento e tenho treinado meu olhar e, principalmente, minha paciência para conseguir bons cliques. 

Na era digital, testar ficou mais fácil porque não é preciso usar filme e fazer revelação em laboratório. Mas a meticulosa atenção para conseguir a foto correta ainda é o grande diferencial de um bom fotógrafo. Eu sou só amadora, nem me atrevo a outra coisa. 





Espero que a foto do bolo dê água na boca. Se não der, só acredite em mim: ficou bom pra caramba! 

Amanhã tem mais! Beijos e até lá. 



Um comentário:

  1. verdade!!! Deve estar uma delíciaaaa..... traz um pedacinho aqui....kkkk

    ResponderExcluir