sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Comida de uma panela só

#semdesperdicio


Já contei aqui que adoro comida que não suja muitas panelas? É! Aquele tipo de preparo que basta uma panela e dá pra cozinhar tudo. Ou quase tudo. 

Também tem certa fixação por não jogar alimentos fora, isto é, descartar alimentos, pra mim, é crime. Acho que a gente tem que se planejar para não desperdiçar nada, especialmente, porque há tantas pessoas que têm tão pouco e é um tremendo absurdo jogar comida no lixo. 

tags: arroz de forno, comida caseira, aproveitamento de alimento, sem desperdício

Por isso, de vez em quando eu faço aquela limpa geral na geladeira, na fruteira, na despensa e vou aproveitando os restinhos, os alimentos que estão desparceirados, os que sobraram no fim do pacote e, principalmente, os que estão por vencer. 

Essa é uma prática que aprendi com a minha mãe e a minha avó, mãe dela. Com um pouco de criatividade os alimentos que sobraram ontem podem ser transformados em boas refeições hoje. 

Nem sempre o resultado é uma maravilha a ser vangloriada, mas, acredite sabendo juntar alguns itens e usando algumas técnicas, dá certo. Por exemplo, cortar os legumes a serem cozidos conjuntamente em medidas que se assemelhem para terem cozimento por igual é uma técnica. No entanto, se for reaproveitar um ingrediente que já estava pronto num preparo que levará alguns outros ainda não cozidos, somente ao final do cozimento é que os primeiros devem ser adicionados. 

Transformar o picadinho de carne ou o feijão já cozido em caldo de sopa são práticas absolutamente corriqueiras no meu dia a dia.  E o arroz cozido em massa de pizza? Pra quem não sabe como fazer aqui tem a receita. 

Entretanto, tem texturas que não se dão bem quando misturadas, há sabores que não conversam entre si. Aí, a soma dos fatores pode resultar numa subtração de sabor ao final.  Contudo, para quem não tem grande familiaridade com as panelas, os temperos e ingredientes, é preciso se arriscar. Só assim dá pra aprender o que combina e o que não. 

Nesta semana, na segunda, chegaram aqui em casa para ficar por um tempo, o Arthur e a Bruna. Quando a casa tem mais gente, dá aquela boa sensação de família reunida e a vontade de fazer comida de casa aumenta porque a ideia é aconchegar os que estavam longe enquanto estão perto. 

Por isso, na terça-feira, fiz um arroz de forno com os ingredientes que tinha à mão. Embora tenha sido do esquema que mencionei, ou seja, fazendo a limpa da geladeira e da despensa, deu super certo. 

Por isso, compartilho a receita. 


Arroz de forno 






Ingredientes

2 colheres (sopa) de azeite 
1/2 cebola pequena picada 
1 dente de alho esmagado
250 gramas de peito de frango sem osso em cubos pequenos
2 cenouras picadas em cubinhos 
1/2 abobrinha picada em cubinhos
3 tomates médios sem pele picados em cubinhos
1 colher (sopa) de curry
1 colher (chá) de molho de aji (opcional)
Sal e pimenta do reino
2 xícaras (chá) de arroz branco cru
4 1/2 xícaras (chá) de água
2 ovos cozidos picados em pedacinhos pequenos (quase esfarelados)
50 gramas de queijo parmesão ralado


Modo de fazer

Leve ao fogo uma panela grande. Quando estiver aquecida, derrame o azeite e acrescente a cebola, o alho e o frango. Deixe refogar. Quando estiver bem corado, junte os cubos de abobrinha, cenoura e tomate, o curry e o molho de aji.  Mexa todos os ingredientes da panela, fazendo os legumes suarem, isto é, até que exalem bastante cheiro pelo ambiente. (Ah! que prazer eu sinto nessa hora do preparo!)
Então junte o arroz, refogue bem. Tempere com sal e pimenta do reino. Cubra com a água. 
Baixe o fogo e deixe cozinhar até que o arroz esteja quase pronto, ainda al dente. 
Retire do fogo, transfira tudo para uma travessa refratária, acrescente os ovos cozidos e leve ao forno pré-aquecido a 200 graus com o queijo parmesão polvilhado em cima.  Mais 10 minutos de forno e pode servir. 

Dicas: 

Não cubra o arroz com papel alumínio para ir ao forno. Deixe a parte superior do prato ficar um pouquinho ressecada. Isso tem gosto de comida da avó da gente, não tem?  

Sirva após uma salada verde de entrada. 

Regue um fio de azeite e polvilhe um pouco mais de queijo. 

Se gostar, antes de levar ao forno, polvilhe com farinha de rosca misturada a um pouco de queijo parmesão e bastante cebolinha picada.


Para acompanhar: Suco de fruta, pode ser uma limonada feita com limão cravo. Além disso, a companhia dos filhos, sobrinhos, marido ou esposa, amigos queridos, da mãe, do pai... de quem quer que seja que lhe faça se sentir bem e com quem goste de compartilhar a mesa.  Afinal, esse é um ritual sagrado! 

À noite, caso sobre arroz, use-o para uma canja. Vai ficar bem amarelinha, mas, com certeza, deliciosa! 

Bom fim de semana. 

****

Leia também: 





Gostou desse conteúdo? Deixe um comentário! Compartilhe com os amigos. Registre-se no blog para receber todas as publicações. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário