segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Chá anti-inflamatório


Sabe aqueles dias que tudo incomoda porque o corpo inteiro dói? 

Se alguém fala muito alto por perto ou se o filme da TV é meio enjoativo e sem noção, se o trânsito está complicado logo perto de casa ou se o telefone toca várias vezes e é o Moacyr Franco vendendo ômega 3, em geral, a gente toca a vida adiante sem se incomodar muito. Faz parte. 

Só que tem dias que a gente dorme mal, acorda no meio da noite com dor na lombar e quando é hora de levantar dá um desânimo porque o corpo está tão sofrido, os músculos um tanto enrijecidos e qualquer esbarrão ou palavra mal ouvida é motivo pra ter vontade de chorar e sumir. A falta de paciência vem com tudo e a gente nem entende porquê. 

Arrisco dizer que isso ocorre, muitas vezes, porque estamos com alguma inflamação. Sim... não é pra assustar e pra observar e tomar providência!

Eu andei me observando e cheguei a conclusão que meu corpo e minhas reações quando estão desse jeito se devem ao fato de que estou sendo avisada que um processo inflamatório está na minha corrente sanguínea. Nada grave, nem motivo suficiente para sair correndo e visitar um médico pedindo uma bomba alopática para resolver a questão do mal-estar.  Mas o suficiente para me fazer prestar atenção no que ando comendo e bebendo e de que jeito venho tratando minha casa mais próxima, ou seja, o meu corpo físico. 

Não escondo de ninguém que não sou muito afeita aos exercícios físicos em especial os aeróbicos. Eles me cansam. Também é público que sou comilona, gosto de doces e não dispenso um bom copo de vinho. Pra mim, comer e beber traz alegria, em especial, quando estou com meus amigos e minha família em volta da mesa, trocando ideias, contando causos e, de preferência, rindo da vida louca que a gente tem. Além disso, sou cozinheira por opção, é uma satisfação planejar pratos, pesquisar como se faz e que ingredientes levam e depois executá-los. Isso me alegra.  

Esses três fatores associados a uma certa preguicinha que às vezes me dou o direito de ter de não resolver logo as reclamações do meu corpo são suficientes para me desaprumar um pouco e, em virtude disso, ultimamente, sinto muitas dores.  

Hoje, resolvi mudar o rumo da prosa e comecei a pesquisar alimentos anti-inflamatórios, numa busca por desintoxicar meu corpo. 

Os alimentos ultraprocessados com todos os seus inúmeros conservadores são muito intoxicantes, sei disso há longo tempo. Também sei que o açúcar (em especial o refinado, mas os demais também) é um causador de inflamações. Pra quem não sabe, celulite é fruto também do açúcar que ingerimos e é uma inflamação dos tecidos do nosso corpo.  Depois, tem os embutidos e as carnes industrializadas (as aves como chester e peru e também os presuntos, salames, linguiças) que vêm como uma quantidade imensa de sais e açúcares para fazê-los durar. Isso faz mal pra saúde da gente. Até mesmo o leite de caixinha, que eu reduzi muito na minha alimentação, me fez perceber que há dentro da embalagem tetrapack um produto bem diferente do que aquele que sai da teta da vaca para alimentar o bezerro. E esse liquido não é muito bom pra minha saúde, não! 

Sem exageros, pelo equilíbrio, pelo caminho do meio e sem me privar de comidas que me fazem feliz, hoje comecei uma alimentação mais adequada ao que acredito como saudável. 

Na pesquisa, descobri um chá, que fiz e gostei muito.  Que tal experimentar? 

Chá Anti-inflamatório



Ingredientes
5 gramas de sementes de erva doce
5 gramas de grãos de mostarda
5 gramas de canela em pau
1 litro de água

Modo de fazer

Leve a água ao fogo para ferver e quando começar a ebulição, desligue o fogo e despeje-a sobre os demais ingredientes. Tampe e deixe abafar por 10 minutos. Coe e deixe amornar pra consumir. 

Tome duas xícaras ao dia. 

Quer saber sobre outros alimentos que nos ajudam a desinchar e são considerados anti-inflamatórios naturais? Faça um comentário e deixe seu e-mail. Eu terei satisfação em trocar ideias sobre o que venho pesquisando desse assunto com você. 

Um grande abraço! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário