sábado, 10 de fevereiro de 2018

MINESTRONE

É o nome de uma sopa italiana que leva legumes, verduras, carnes, feijões, macarrãozinho ou arroz.  O minestrone é um prato democrático por princípio: seu preparo varia com o que tem na despensa e na geladeira e depende da habilidade de quem cozinha para combinar os ingredientes e agradar ao paladar de quem vai comer. 

Manifesto Minestrone

No minestrone cabe tudo. 
Tudo o que se refere a comida:  ingrediente, receita, dica, técnica, gente, restaurante, livro, filme, série, evento, programa de televisão, rádio e podcast. 
A gente gosta da alma democrática do minestrone. 
Nós gostamos de comer, de falar de comida, de ler e escrever sobre ela. 
A gente ama viajar para experimentar o mundo pela boca.  
Nós adoramos quem cozinha porque que a gente também adora cozinhar.  
Nós acreditamos em comida de verdade feita por gente de verdade: do cozinheiro iniciante ao chef celebridade. 
Por isso, a gente achava que era preciso um lugar em que coubesse tudo isso. Faltava o minestrone.  Agora não falta mais! 

Salada de quinoa (quinua) - Eu cuidando de mim

 #comidadeverdade 

Depois de tanta festa, tanta gente em casa, tantos afazeres de família, tanta viagem, tanto estudar para o mestrado (que ainda não acabou, pelo contrário, agora é que o bicho vai pegar!), eis que me encontro novamente às voltas com a minha cozinha. 

Voltar pra cozinha é voltar para o mercado, a feira, a padaria, os livros de culinária, a geladeira, a despensa, o forno, o fogão, as toalhas, guardanapos etc. Mas, tudo isso ou vou contando em outros posts

Talvez em virtude de tantas atividades que me foram engolindo nos meses que passaram, eu fui me deixando de lado, ficando descuidada de mim, somente cumprindo obrigações e ticando agenda. Resultado: quando olhei pra mim, não gostei do que vi. Cheia de dores, com peso acima do que me faz me sentir bem, sem ânimo, com a pele desnutrida e um pouco desidratada, as unhas escamando... Vixi!!! 

O que fazer diante disso? Desespero? Não... nem pensar.  Que providência tomar? 

Tem hora que providência, decisão e atitude são sinônimos. Quando essa hora chega, ninguém me segura! Eu parto pra ação e o movimento me conduz. Fico feliz em estar novamente em movimento.

Então, com prudência que também significa providência, tomei a decisão imediata de retomar, reconstruir, rever, criar um jeito novo, me dar a chance, ter atitude. 

Alguns passos

Comecei olhando pra mim, enxergando o meu corpo e o que fiz dele. O corpo é nossa responsabilidade, nunca deveríamos nos esquecer disso. Decidi que precisaria desintoxicá-lo, alimentando-me melhor e fazendo com que ele se mexesse para que pudesse descobrir outras extensões e possibilidades, que, por vezes demais, a gente se esquece e, por consequência, se limita. 

Comecei a caminhar todos os dias. Não muito tempo, cerca de meia hora nos primeiros dias. Tenho tentado colocar objetivos a serem cumpridos em lugares distantes o suficiente para que eu possa ir caminhando, assim, cada dia faço um trajeto e não fico só na meditação da caminhada pela caminhada. 

Veja, esse é o meu jeito de lidar, mas caminhar por caminhar é uma boa também. Andar oxigena o cérebro e quando os passos são vigorosos dão muita energia. Isso faz suar, o suor limpa os poros e melhora a pele. O cansaço do exercício favorece o sono e o apetite por comida de verdade.  

Quiropraxia e massoterapia

Estou tentando um tratamento de quiropraxia na minha coluna. Essa foi uma decisão tantas vezes adiada, mas a dor estava me vencendo. Agora ela vai ter um lugar bem limitado na minha vida. Na clínica que estou indo, o tratamento associa a quiropraxia à massoterapia. Depois de o quiropraxista estalar todos os meus ossos, um massoterapeuta tenta habilmente desfazer os nós e as inflamações que seguem da minha coluna para ramais tensionados por todo meu corpo. Saio de lá que nem sei... mas acredito no resultado. 

Aliás, ele já vem ocorrendo porque foi a partir disso que resolvi comer direito e me movimentar. Mas, como disse antes, às vezes, decisão, providência, atitude têm o mesmo significado. 

Se quiser saber mais sobre a quiropraxia, eu posso recomendar. Deixe um comentário a respeito.

Comer salada

Desde que sou eu quem decide o que vou comer, as saladas sempre fizeram parte do meu cardápio. Só que tem épocas que fico preguiçosa e acabo me rendendo a comidas mais fáceis para o paladar. 
Não quero expressar com isso que não seja prazeroso comer salada, ao contrário, é muito gostoso mesmo, mas é bem mais fácil um arroz branco com estrogonofe ou um prato de macarrão a bolonhesa. 

As saladas, em especial as que levam folhas e ingredientes crus, exigem mastigação e esforço do sistema digestório para que o organismo absorva os ingredientes. Além do que, combinar o que por no prato saindo da mesmíssima saladinha de alface, tomate, cenoura e cebola, requer atenção. Mas o paladar agradece imensamente, quase de joelhos! 

Temos no Brasil grandes variedades de verduras, legumes, frutas, grãos e oleaginosas, que podem transformar um prato de salada numa refeição inesquecivelmente agradável. Com algum conhecimento e só um pouquinho de ousadia, acredite, dá pra se realizar comendo salada. 

Hoje, estou falando de salada, mas poderia estar comentando sobre comer um prato de arroz com feijão, sem prejuízo do boa alimentação. O que interessa é comer comida! Comida de verdade.

Nessa busca por alimentos diversificados, tinha aqui em casa um saquinho de quinoa (ou quinua) que nem sempre fez parte da minha alimentação, mas provei e gostei. Tentei uma combinação que deu certo. 


Salada de quinoa



Ingredientes

1/4 de xícara (chá) de quinoa cozida na água* com uma pitada de sal 
1 tomate italiano picado em brunoise**
3 azeitonas verdes sem caroço picada em brunoise
1 fatia de queijo meia cura picada em pedaços pequenos
3 ramos de salsinha picada em brunoise
Caldo de limão
1 colher (chá) azeite extravirgem
Sal e pimenta do reino

Modo de fazer

Com a quinoa já fria, misture-a aos ingredientes sólidos e tempere com o caldo do limão, azeite, sal e pimenta do reino.  Deixe descansar na geladeira por cerca de duas horas antes de servir. Isso vai intensificar o sabor. 

Usos e sugestões

  • Uma salada como essa pode ser a sua refeição principal, sem outros acompanhamentos. A quinoa é rica em nutrientes, principalmente, tem muita proteína e ferro (mais que o dobro do feijão).  
  • Como reforço de uma salada de folhas é uma boa opção. 
  • Pode acompanhar um peixe ou uma carne grelhada. Fiz com carne de porco e ficou perfeita
  • Serve como aperitivo ou entrada e pode ser servida em copinhos. Opção bem charmosa!
  • Para levar na marmita é excelente. 
Como no título dessa publicação, essa salada de quinoa é o resultado de uma pesquisa pessoal em virtude de um cuidado que estou tendo comigo  

Ah! Uma dica: tente se cuidar também! 



Aprenda um pouco mais sobre quinoa (ou quinua) no blog Nutrição e Qualidade de Vida. Tudo bem explicadinho. 

Bom fim de semana. Bom Carnaval! 



*Para cozinhar a quinoa, leve ao fogo a quantidade do grão e o dobro de seu volume de água. Deixe cozinhar até a água secar ou a quinoa ficar cozida integralmente. Se precisar, acrescente mais água. Esse processo pode ser feito na panela de pressão. Assim que ferver, contar cerca de 5 minutos e desligar. 
**Cubos de 3 x 3 mm.